em Maternidade
27 set, 2017

GESTAÇÃO – CUIDANDO DO CORPO E DA MENTE

Na lista – deliciosa! – de sugestões de posts que vocês me enviaram, minha gestação foi um dos tópicos mais pedidos. Sendo assim, decidi preparar uma pequena série de posts sobre os mais diversos assuntos que envolvem essa fase tão maravilhosa.

 

Descobrir-se grávida, provavelmente, é a forma mais rápida de transformação de uma mulher. Para mim, pelo menos, foi assim… Logo que minha gravidez se confirmou, passei a pesar tudo em minha vida, a separar por “prateleiras de relevância” cada uma das coisas que vivia. Depois disso, senti uma profunda necessidade de fazer um mergulho nessa que é a fase mais mágica que já vivi. Não consigo ser ou estar pela metade, sabe? Sentir uma vida sendo gerada dentro de mim me transformou definitivamente, me deixou mais forte (e feliz!). Passei a substituir todas aquelas metas antigas por sentimentos (uma enxurrada deles, pra ser mais precisa). Um mundo novo se descortinou na minha frente, cheio de descobertas e sensações. E a busca pela minha própria verdade se fez mais e mais presente. Me despi pra mim mesma, olhei nos meus próprios olhos e entendi taaanta coisa. É claro que essa é uma tarefa de vida, nosso mergulho interno jamais deve cessar, mas sinto que dei um grande passo nesse caminho. Um passo que não podia alcançar antes de agora, desse momento em que ao mesmo tempo em que me sinto forte, me sinto leve. Sou rocha e sou pluma… Sou morada. Sou dois corações… e pra sempre serei. <3

 

O primeiro post dessa série aborda um assunto que eu julgo essencial… Acredito piamente que um corpo saudável é igual a uma mente saudável. Desde que soube que estava grávida, entendi que as vaidades com o corpo que eu cultivava cederiam espaço pras dores e delícias de fazer do meu corpo morada. Durante esse período, nunca me preocupei com o ganho de peso motivado por estética, muito menos se apareceriam celulites novas, ou se, após ter o bebê, meu corpo demoraria pra voltar ao normal. Afinal, uma gravidez deixa marcas em uma mulher: no corpo e na alma. De qualquer forma, eu já não era e não seria mais a mesma (e que sorte a minha!). Minha preocupação sempre foi a de me manter o mais cheia de saúde possível, pra poder passar essa vitalidade toda pro meu bebê. Sou uma pessoa ativa, gosto de me exercitar e sei que os períodos da vida em que mantive uma boa rotina de exercícios foram os de mais qualidade de vida, no sentido mais amplo da palavra.

 

Foto: Rafael Fontana

 

É um bom momento para escrever esse texto. Estou no finalzinho da minha gestação e tenho muita alegria em poder confirmar isso tudo. Senti pouquíssimas dores nas costas, não me senti pesada ou desconfortável e nem tampouco inchada. Entendo que cada corpo é um corpo, e que cada um de nós tem sua própria carga genética. Não quero semear a ideia de que exista uma receita de uma gestação ideal e perfeita. Ao contrário, quero dizer que o importante mesmo é respeitarmos as nossas diferenças, nosso ritmo de vida, nossas possibilidades, e, principalmente, nosso corpo. Escutar o que nosso corpo nos diz nessa fase é mágico. Mergulhar pra dentro de si, intensificar a conexão com o bebê e entender, de verdade, o que faz mais sentido é essencial. Eu me respeitei, entendi minha disposição e minhas vontades e quero compartilhar com vocês o que deu certo para mim. Esse é um relato super pessoal, que divido com carinho com vocês, minhas leitoras. Não preciso dizer da importância de seguir as orientações médicas e profissionais, né?

 

Durante o primeiro trimestre de gestação eu me senti muito sonolenta, praticamente não senti enjoo – Obrigadaaaaa, universo! – mas, em compensação, o sono era como se tivesse acumulado cinco anos sem dormir, sem exagero (rs). Neste período, somente pratiquei caminhadas leves e agradáveis. Passado o primeiro trimestre, comprovei o que eu escutava as pessoas falarem, porém sempre duvidava: fui tomada por uma onda de disposição e resolvi me jogar de cabeça nos exercícios que, a meu ver, combinavam muito com este momento da vida: yoga, hidroginástica e Pilates. A combinação dos três foi como uma enxurrada de coisas boas para o meu corpo e para minha mente. Vou fazer uma explicação breve de cada um deles, para que vocês entendam melhor:

YOGA – eu pratiquei um yoga específico de preparação para o parto e foi uma experiência maravilhosa. Segundo as palavras da minha professora: “Vivenciar o yoga para o parto, durante a gestação, oferece à mulher um mergulho no gestar e no contato com o bebê dentro da barriga, ampliando a consciência de tudo que significa gerar uma vida dentro de si mesma. Essa prática naturalmente conduz a mulher para a autonomia a partir da consciência corporal e intimidade com o seu próprio corpo. No final da gestação, o companheiro é convidado a participar, contribuindo com sua força física e amorosa, e sintonizando o casal para receber o ser que vai chegar.”.

PILATES – O Pilates é um método de atividade física que visa trabalhar corpo e mente. Tem como princípios a concentração, centralização, respiração, fluidez, precisão e controle. Ele fortalece a musculatura à base de muita consciência corporal e controle da respiração, o que facilita muito a adaptação do corpo às mudanças que a gravidez traz.

HIDROGINÁSTICA – Fiz aula especial para gestantes e, mesmo não apostando muito na hidro de antemão, me surpreendi. É totalmente indicada para gestantes por tratar-se de uma atividade física com intensidade moderada. Além disso, a flutuação na água ajuda a aliviar o peso extra da gestação e a diminuir o impacto dos movimentos sobre as articulações do corpo. Ela também contribui enormemente para a boa circulação, relaxamento e fortalecimento muscular.

Durante o segundo trimestre e a maior parte do terceiro, pratiquei cada uma dessas atividades físicas duas vezes por semana. E cá estou, praticamente sem dor, com o corpo totalmente fortalecido, consciente de que fiz boas escolhas de exercícios. No final do terceiro trimestre, dei uma desacelerada gradual, atenta às vontades do meu corpo. Claro que, como disse no início do post, minha intenção não é mostrar um ideal, mas o que funcionou para mim. Sempre fui muito ativa e isso contribuiu muito para esse ritmo de exercícios. Entendo que nem todo mundo tem a mesma possibilidade e disponibilidade de tempo, mas, se for possível conciliar algum exercício físico durante a sua gestação, te garanto que será muito benéfico. Lembrando sempre que é muito importante procurar bons profissionais, preparados para trabalhar com gestantes, e não exagerar nos exercícios se você não tiver a característica de ser uma pessoa ativa.

 

E vocês, mamães que me seguem, praticaram ou praticam alguma atividade física? Deixa aqui nos comentários, vou adorar saber!

 

See you soon! Beijos, com amor!

 

FacebookGoogle+Pinterest
Postagem Anterior Próxima Postagem

56 Comentários

  • Responder Winnie 27 set, 2017 at 20:31

    Nossa! Que belo texto. Não estou gestante, mas decidi ler seu texto. Muito bom, adorei sua forma de nos contar um pouco sobre você. De fato, deve ter um sentido bem maior para às mamães.

    • Monica Benini
      Responder Monica Benini 28 set, 2017 at 12:09

      Winnie! Fico muito feliz com sua gentileza. Bjs, com carinho!

    • Responder Juliana Klein 28 set, 2017 at 13:37

      Mônica que texto maravilhoso, me vi grávida de novo, é uma sensação maravilhosa. Cada fase, essa reta final então!!!
      Vc está a grávida mais linda.
      Eu acho que a mulher fica diferente nessa fase, mais maravilhosa sabe.
      Que o Otto venha com muita saúde, vc e o Júnior serão excelentes país.

      • Monica Benini
        Responder Monica Benini 29 set, 2017 at 00:00

        Oi, Juliana! Que delícia poder te fazer sentir dessa forma, te transportar de volta pra essa fase tão especial! Obrigada pelos elogios e pela boa energia! Te desejo tudo de mais maravilhoso! Obrigada pela visita! Beijos

  • Responder Flavia 27 set, 2017 at 20:52

    Que lindas palavras!! Também estou gestante e passei por essa fase de sono intenso. Que Otto venha com muita saúde.

    • Monica Benini
      Responder Monica Benini 28 set, 2017 at 12:09

      E que sono, né? heheheheh! Obrigada! Desejo o mesmo pra vc! Beijos!

  • Responder Nivia 27 set, 2017 at 21:20

    Oi. Eu faço pilates. Adoro! Faço 1 x na semana

    • Monica Benini
      Responder Monica Benini 28 set, 2017 at 12:09

      É maravilhoso, né? Eu amo tb!

  • Responder Taciane Cantador 27 set, 2017 at 22:43

    A gestação foi o período mais mágico e incrível da minha vida! Cuidei o máximo da minha saúde para que minha pequena viesse ao mundo bem. Porém, infelizmente meu médico não autorizou a prática de hidroginástica e pilates na época, apenas caminhadas. Sempre pratiquei esportes, mas antes da gestação, por motivos de mudanças na rotina, estava há alguns meses sem me exercitar. Ao me ver grávida, foi a primeira coisa que quis retomar. Segundo ele, por eu estar há alguns meses parada, poderia estimular o aborto… fiquei super chateada com isso, mas logo coloquei de lado minha tristeza e fui praticar o que me foi autorizado: caminhada!!
    Meu parto foi natural e fiquei em trabalho de parto por apenas 2 horas. Foi tudo muito lindo de viver!!!
    Mônica, desejo de coração que tenha uma boa hora!! Cheia de muitas e muitas alegrias!!! Que o Otto venha cheio de saúde e muita vontade de viver!!!
    Muita luz pra vcs!!!

    • Monica Benini
      Responder Monica Benini 28 set, 2017 at 12:12

      Oi, Taciane! Pois é… uma vez q estamos imersas nesse universo percebemos como tudo é extremamente particular pra cada mulher, né? Cada gestação tem sua particularidade, cada pessoa tem seu próprio ritmo. E isso também é lindo! Arrepiei com vc falando do seu parto, que benção ter tido uma experiência tão tranquila. Obrigada pelos seus desejos. Que essa mesma energia linda volte pra vc! Beijinhos!

  • Responder Paty Oliver 28 set, 2017 at 00:46

    Maravilhoso o post! Estou com 36 semanas e não parei as aulas com meu personal 2 a 3 vezes por semana. Tb n inchei e n tive enjoos. Agora estou tendo azia e dor nas costas

    • Monica Benini
      Responder Monica Benini 28 set, 2017 at 12:14

      Oi, Paty! Que delícia! Parabéns! Finalzinho algumas coisas se intensificam mesmo, né? Mas a emoção tb, hehehehe. Te desejo um finalzinho de gestação maravilhoso! Muita luz e amor no seu caminho! Beijos

  • Responder Mariana Silva 28 set, 2017 at 08:29

    ótimo texto, Mônica! Gosto do seu jeito sereno de escrever, deixa tudo ainda mais bonito! Rs
    Eu tenho uma pergunta (mais curiosidade mesmo!): você trabalha?
    Amando ter você mais ativa aqui!

    Beijos

    • Monica Benini
      Responder Monica Benini 28 set, 2017 at 12:21

      Obrigada, Mariana! Que delícia ler seu comentário! Trabalho, sim… nem só de diversão vive o homem, né?

  • Responder Lívia 28 set, 2017 at 09:00

    Vc consegue transmitir em palavras e fotografias como este momento tem sido mágico na sua vida!!! Que o Otto (acho q escreve assim neh?) venha pra te ensinar muito mais sobre a vida e que traga mta alegria na vida de vcs… desejo que ele venha cheio de saúde !!
    Se me permite, gostaria de reforçar um comentário de uma seguidora sua sobre a fonte que você está utilizando no novo layout do site… vi que ela comentou no post anterior sobre isso e eu concordo.. tbm tenho astigmatismo e com esta letra fica difícil entender algumas palavras (não é pelo tamanho, é pela forma mesmo). Não é impossível ler, só faz a gente forçar mais para entender algumas palavras… enfim, só uma sugestão mesmo! De qualquer forma o site está lindíssimo e transbordando paz e leveza!

    • Monica Benini
      Responder Monica Benini 28 set, 2017 at 12:20

      Oi, Lívia! Obrigada pela boa energia e pelas palavras doces… é uma alegria enorme ter pessoas como vc por aqui! E obrigada pelo comentário a respeito da fonte, estamos estudando a melhor solução! Bjinhos e volte sempre!

  • Responder Raissa Carvalho 28 set, 2017 at 12:40

    Monica, lindo texto! Não estou gestante ainda, mas quando estiver vou tentar conciliar alguma atividade sim… Obrigada por passar sua experiência conosco. Bjs!

    • Monica Benini
      Responder Monica Benini 28 set, 2017 at 23:56

      Obrigada, querida! É um prazer enorme tê-las por aqui pra compartilhar um pouquinho do meu mundo! Beijos!

  • Responder Amanda fonseca de faria correa 28 set, 2017 at 12:41

    Adorei seu texto. Vc está linda , que Maria santíssima te cubra com seu manto sagrado. E que o nosso senhor Jesus Cristo abençoe vc e sua família . só uma curiosidade o Otto é pra quando?bjs pra vc

    • Monica Benini
      Responder Monica Benini 28 set, 2017 at 23:57

      Amém! E muito obrigada! <3

  • Responder Ariadne Cristina de Mira Duarte 28 set, 2017 at 13:07

    Parabéns Monica, vc está linda!
    Minha gravidez tbm foi super tranquila, só tive muita azia. Minha filha hoje está com 10 meses.
    Que vc tenha um ótimo parto e o Otto venha cheio de saúde.
    Beijos

    • Monica Benini
      Responder Monica Benini 28 set, 2017 at 23:59

      Ariadne! Muito obrigada! Que vc e sua família transbordem felicidade! Beijinhos!

  • Responder Ariadne Cristina de Mira Duarte 28 set, 2017 at 13:08

    Ahn, esqueci de comentar… Minha filha se chama Sandy ♡

    • Monica Benini
      Responder Monica Benini 28 set, 2017 at 23:59

      <3

  • Responder Elisangela 28 set, 2017 at 13:49

    Li o texto todo pensando a maioria das mulheres tem uma experiência incrivel se tratado de gestação e com você não foi diferente Monica.
    Gostei muito das suas dicas sobre exercicio durante a gestacão pois muitas mulheres tem duvidas a respeito de sim ou não pratica atividades.
    Que bom que vc voltou estava com saudades dos seus textos.Beijos!!!

    • Monica Benini
      Responder Monica Benini 29 set, 2017 at 00:03

      Elisângela! Sem dúvidas é a fase mais maravilhosa que já vivi… Que bom te ter por aqui, volte sempre! Beijos!

  • Responder RAQUEL ALVES ALMEIDA 28 set, 2017 at 14:02

    Que blog mais gostoso de passear viu?! Rs…Gosto muito dos teus textos e a sua inteligência e simplicidade em abordar cada tema é extraordinário.
    Parabéns!!!
    Mais e mais sucesso!
    Paz e muita luz nessa linda etapa (que também vivo) e muita saúde a vocês!

    Beijos!
    Raquel A.

    • Monica Benini
      Responder Monica Benini 29 set, 2017 at 00:05

      Raquel! Você não tem noção de como ler palavras como as suas me deixa feliz… muito obrigada pelo carinho e pela gentileza, sorte a minha! Seja sempre muito bem vinda e que essa sua fase mágica seja repleta de amor e alegrias! Uma boa hora! Beijos!

  • Responder Leide Pontes 28 set, 2017 at 21:03

    Tive 2 gestações onde eu me sentia maravilhosa amo estar grávida me sentia poderosa linda.
    Não posso mentir não pratiquei esportes mas também não fiquei acima do peso não minha alimentação era legal e só engordei 9 e 12 kg nas duas.
    Que você tenha uma boa hora. Está uma linda grávida.

    • Monica Benini
      Responder Monica Benini 18 out, 2017 at 19:52

      Oi, Leide… que demais! Obrigada pelas suas palavras… gestar é realmente maravilhoso. Sorte a nossa, né?

  • Responder Natalia 28 set, 2017 at 21:07

    Domingo estava almoçando em um japones em
    Moema, vejo passar uma gravidinha de barriga de fora e penso: que gravida mais LEVE E SERENA! Quando olhei pro rosto era você! Sempre te acompanho no insta, mas aqui vc realmente se supera! Adorei o texto! E descobri o por que do Leve e Serena! 😉 bom finzinho de gestação, que Deus abençoe vcs!

    • Monica Benini
      Responder Monica Benini 18 out, 2017 at 19:52

      Ô, gente! que delícia de comentário! Na próxima vez, venha falar comigo! Vou adorar te conhecer! Beijinhos!

  • Responder Debora Anita Zorzan 28 set, 2017 at 21:09

    Oi to na 1 semestre e super me indentifico o sono é algo surreal, mas to amando cada momento. Começo a me preparar pra começar me exercitar no proximo mes, super amei as dicas vou me dedicar a pilates e hidroginástica. Que vc tenha um momento iluminado Deus te abençoe!

    • Monica Benini
      Responder Monica Benini 18 out, 2017 at 19:49

      Oi, Débora! Que delícia! Parabéns pela sua gestação… que ela seja maravilhosa, iluminada! Depois vc me conta como foram os exercícios pra vc! beijinhos!

  • Responder Simone Sader 29 set, 2017 at 19:25

    Olá Monica,
    O que escrever para você depois de me sentir tão feliz com suas palavras delicadas. Escrever não é uma tarefa fácil, mas você faz isso lindamente.
    Suas palavras me inspiram. Não sou gestante. Sorte a minha que você escreve sobre outros assuntos. Resolvi escrever aqui para te desejar, de todo o coração, energias positivas para o seu “maior momento”. Coloco entre aspas, pois eu penso assim, acho que para você também.
    Acompanho você sempre posso.
    Beijos.

    • Monica Benini
      Responder Monica Benini 18 out, 2017 at 19:44

      Oi, Simone! Muito, muito, muito obrigada! Que doçura a sua! Venha sempre, volte sempre, prometo assuntos bem variados por aqui! Beijinhos!

  • Responder Kelly Ambrozzio 29 set, 2017 at 20:19

    Que relato lindo e tão cheio de vida, Mônica! Gestar é realmente a fase mais transformadora na vida de uma mulher. Cada dia uma nova mudança, uma surpresa boa e assim vamos nos empoderando da nossa feminilidade, do nosso corpo, das nossas vontades. A magia de ver e sentir um ser crescendo dentro de nós, não tem preço. É indescritível saber que seremos colo e cais para sempre. O maior amor que existe! Nada é mais forte…Que nossos frutos cheguem cheios de saúde, inundando nosso lar de amor, alegria! Que o Otto seja luz na vida de vocês, assim como Liz será na minha. Jesus te abençoe e te guarde. Boa hora!

    • Monica Benini
      Responder Monica Benini 18 out, 2017 at 19:43

      Oi, Kelly! Que palavras lindas, cheias de sentimento… é isso mesmo, sentir toda essa nossa potência feminina é tão transformador, né? Que sua Liz faça transbordar a luz e o amor na vida de vcs! Me visite por aqui sempre… como me faz feliz ter pessoas cheias de sensibilidade como vc por aqui! Beijinhos!

  • Responder Vanessa Schlindwein 30 set, 2017 at 16:21

    Ainda não passei por essa fase, mas vivenciá-la tão intensamente e ao mesmo tempo com tamanha serenidade deve ser mágico!
    Parabéns por tanta fluidez com as palavras, você transforma a vida em poesia! É sempre um afago no coração ler o que escreve!
    Que sorte tem esse Otto hein!
    Beijos e muita luz!

  • Responder Simone Duarte 01 out, 2017 at 00:41

    Monica, vc está lindíssima grávida. Não te conheço pessoalmente, mas vc transmite uma sensação de paz e harmonia e creio que seu filho tb sente isso aí dentro de vc! Gosto muito de vc e acho as fotos que vc tira magníficas e seus textos muito bem escritos!

    • Monica Benini
      Responder Monica Benini 18 out, 2017 at 19:41

      Oi, Simone! Quanta gentileza a sua! Fico muito, muito feliz! Obrigada e seja sempre muito bem vinda aqui! Beijos!

  • Responder Élida Vieira 01 out, 2017 at 20:59

    Adorei o texto, Mônica! Tão leve e com palavras super meigas. Descreve com delicadeza esse momento tão lindo na vida de uma mulher, que é a gestação. Encoraja e ao mesmo tempo trás tranquilidade. Vou sempre passar por aqui agora.
    Uma boa hora pra vc e saúde pro Otto. Bjs
    Élida

    • Monica Benini
      Responder Monica Benini 18 out, 2017 at 19:39

      Oi, Élida! Que alegria a minha! Venha sempre… a coisa que mais me motiva é ter pessoas como vc por aqui! Beijos

  • Responder Michelle 02 out, 2017 at 21:09

    Que delícia e posteriormente, Mônica! Que bom que vc voltou. Estávamos com saudade.
    Bom retorno e ótimo final zinco de gestação

    • Monica Benini
      Responder Monica Benini 18 out, 2017 at 19:38

      Oi, Michelle! eu também estava com saudade de vcs! Feliz por estar de volta! Apareça sempre por aqui! Beijinhos!

  • Responder Larissa 04 out, 2017 at 09:42

    Lindas palavras!!! A transformação apenas começou…ser mãe nos transforma positivamente a cada momento…cada fase…é incrível! E o amor infinito…
    Mta saúde para o Otto e alegrias para vc e o Júnior! Parabéns e mtos beijos!

    • Monica Benini
      Responder Monica Benini 18 out, 2017 at 19:37

      Larissa! Eu estou na minha segunda semana e já sinto uma transformação tão maravilhosa acontecendo por aqui. Agradecida, diariamente, por poder viver tudo isso! Que sorte a nossa! Muita saúde e alegrias pra vc e sua família tb! Beijos!

  • Responder Amanda Venezian 05 out, 2017 at 23:27

    Sua forma de expressão através das palavras escritas no texto é tão gostosa de ler e apreciar, espero que quando viver a experiência de gerar uma vida eu curta muito também! Beijos!

    • Monica Benini
      Responder Monica Benini 18 out, 2017 at 19:28

      Oi, Amanda! que delícia ler isso… fico MUITO feliz! Não tenha a menor dúvida de que vc irá curtir… é um momento mágico!

  • Responder Liliane Ferraz 07 out, 2017 at 22:38

    Me identifiquei muito com o texto. Minha primeira gestação foi bem parecida com a sua, sem dores, sem enjoo, sem excesso de peso e muito pilates, consegui fazer até o oitavo mês, depois comecei ficar muito cansada e parei. Meu parto foi maaaaravilhoso, rápido e tranquilo.
    Na segunda gestação não consegui praticar pilates, e me acabei numa cesárea de emergência Bebê estava atravessada na hora do parto, a equipe não era preparada me levaram pra cirurgia. Fico me perguntando se foi erro meu…. os exercícios provavelmente teriam ajudado ela a se virar e encaixar, enfim

    • Monica Benini
      Responder Monica Benini 18 out, 2017 at 19:26

      Oi, Liliane! Eu ouvi, no início da minha gestação, que “nasce uma mãe, nasce a culpa”… e isso é tão verdade, né? Nos damos uma carga maior do que merecemos e nos culpamos por coisas que, muitas vezes, fogem do nosso domínio… não pense assim, tudo é como tem que ser… tenho certeza de que vc é uma mãe maravilhosa e, no final, é isso o que realmente importa! Beijinhos cheios de luz!

  • Responder Michelle Silva Galvão 11 out, 2017 at 12:27

    Que linda descrição! Senti-me grávida, sem nunca ter estado. Como pode isso? rsrs. Sempre leio seus posts e amo a sutileza das suas palavras que, certamente, refletem a de sua alma. Obrigada. Quanto ao Otto, desejo uma vida plena de felicidade e amor. Bênçãos pra essa família tão linda e repleta de amor… de vida!

    • Monica Benini
      Responder Monica Benini 18 out, 2017 at 19:09

      Oi, Michelle! Pode ter certeza de que comentários como o seu trazem uma enxurrada de bons sentimentos pro lado de cá. Obrigada pelo carinho e pela visita. Seja sempre muito bem vinda.
      Beijos!

  • Responder Emmy Masutani 18 out, 2017 at 21:26

    Oi recém mamy!
    Que bom que sua gravidez foi tranquilaaaa!!! Foi uma dose de alívio saber sobre a sua experiência, apesar de ser loucaaaaa,apaixonada por crianças, ainda não penso em como seria estar grávida – minipanico. Tudo ao seu tempo né?Conta um pouquinho sobre a sua alimentação tb! (= Tenho a impressão de vou querer comer toda a comida do planeta qdo estiver barriguda (de baby).
    Ah…comecei a fazer Pilates e estou adorando!
    Beijos Beijos

  • Responder Mari de Fortaleza 21 out, 2017 at 12:39

    Mô, na minha proxima gestação (futuramente) vou buscar investir nesse cuidado. Na minha primeira gravidez nao cuidei de mim e senti o inchaço, o peso, a pressão.

    Engordei 20 kgs. Demais né?
    Ainda bem que com a amamentação em lovre demanda em 1 mês perdi tudo.

    Cheiro no meu pedacinho de tudo que é amor, Otto
    Amo vcs.

  • Responder Lídia Paiva 07 nov, 2017 at 23:39

    Parabéns pelo lindo texto. Obrigada por compartilhar sua experiência conosco. Faço musculação atualmente mas quando eu engravidar pretendo fazer pilates. Super beijo p o Otto, p o Junior e p vc.

  • Responder