em Plásticas
01 jun, 2016

O minimalismo de Agnes Martin

Agnes Martin foi uma artista canadense nascida em 1912 que atuou fortemente dentro do movimento expressionista abstrato. Sua linguagem minimalista é o que me desperta a maior identificação como artista e designer. Suas obras eram um mergulho no interior, no silêncio e na discrição. Agnes tinha esquizofrenia e após alguns meses internada em um hospital psiquiátrico,  optou pelo tratamento com choques elétricos, brutal, mas muito comum no século passado. Era uma feminista declarada e, apesar de nunca ter declarado publicamente, alguns artistas próximos afirmavam que ela era homossexual. Agnes Martin era uma pioneira em seu tempo, tanto na vida pessoal quanto profissional e artística, pois foi uma mulher ativa e ousada para a época que era ainda mais dominada pelos homens. Adepta do budismo, suas artes passam uma tranquilidade que, provavelmente, é fruto desse lado zen de Agnes.

agnes_martin

Agnes Martin

AM 01

Agnes MartinAM 02

Obras de Agnes Martin no Tate

Obras de Agnes Martin no Tate

a4a0c831bfda7796a59489cabed8b294

Quero esse livro <3

left1_box1500x1500

O que mais me encanta em trabalhos minimalistas é a ilusão de que é um trabalho simples e superficial que qualquer um faria. Acertar com mil recursos é relativamente fácil, difícil mesmo é fazer trabalhos incríveis com pouco. Como disse Clarice Lispector uma vez: ser simples é ser incrível!

FacebookGoogle+Pinterest
Postagem Anterior Próxima Postagem

You Might Also Like

PARA VOCÊ LER TAMBÉM

1 Comment

  • Responder Mari 18 jun, 2016 at 09:37

    Mô, não consigo ser muito fã de arte abstrata. Pelo menos o trabalho da Agnes é retilíneo, algo que já gosto mais. Bom, vou pesquisar mais da arte dela, do simples fantástico do seu mundo.

    bjo Mô

  • Responder